Três dicas imperdíveis sobre sua viagem a Florianópolis

Você está pensando em viajar para Florianópolis nos próximos dias e gostaria de algumas dicas? Hoje estaremos apresentando três boas dicas imperdíveis para a sua viagem até Floripa, que podem fazer toda a diferença na hora de economizar e também de quais opções visitar.

Entre as dicas para sua viagem até Florianópolis estão quando visitar a ilha, quais são as melhores praias da região e também qual a melhor opção de transporte para utilizar por lá. Segundo estas sugestões, a sua estadia será bem mais interessante e poderá ajudar também nos outros quesitos como alimentação, visita a locais públicos e pontos que exigem ingressos, e muito mais.

Três dicas imperdíveis sobre sua viagem a Florianópolis

O destino agrada a todos que vem de diversas regiões do Brasil e também de países vizinhos como o Uruguai, Paraguai, Argentina e Chile. Por lá encontramos praias para todo tipo de turista, aqueles que procuram locais mais tranquilos, outros mais agitados, familiares, para a prática de esportes radicais e mais. A culinária é bem variada, mas o grande destaque da região são os pratos compostos por frutos do mar, que são bem tradicionais principalmente próximos as orlas e também na Lagoa da Conceição.

tres dicas visitar florianopolis

A ilha mágica como é também conhecida, reserva diversas opções de lazer para seus visitantes, com ótimos pontos turísticos e opções de entretenimento em diferentes períodos do ano. Mas algumas dicas essenciais nunca são demais para o seu conhecimento sobre esta viagem, por isso confira três das que achamos as melhores para você:

Quando ir até Florianópolis?

O melhor período para visitar Florianópolis varia de acordo com a sua necessidade, paciência e principalmente o bolso! O período mais indicado para aqueles que querem economizar e gostam de um pouco mais de tranquilidade, menos filas nas ruas e acesso mais tranquilo as praias é o período de março e abril. Estes são meses que ainda fazem calor, não contam com chuvas constantes e ainda é possível economizar (e muito) nas passagens aéreas, rodoviárias e também na hospedagem. Nestes meses a quantidade de turistas na região é pouca, o que torna o passeio mais agradável.

Agora se você gosta de agitação e não liga muito para valores a melhor opção é realmente na alta temporada do verão que vai de dezembro até fevereiro. No período do verão, apesar das chuvas, as temperaturas giram sempre em torno dos 24ºC, um calor considerável durante o dia, mas que normalmente a noite o clima fica mais ameno, sendo ótimo para caminhadas a beira mar e também aproveitar os bares e restaurantes da região.

Os períodos mais lotados de Florianópolis são o Carnaval e o Réveillon, onde o custo é bem mais alto e a quantidade de turistas lota praticamente todos os milhares de quartos disponíveis por lá. Mas se tratando de beleza, o réveillon, por exemplo, é um período com uma queima de fogos organizada pela prefeitura, que é conhecida como o Réveillon dos Sonhos, onde principalmente a orla norte da ilha conta com uma vista privilegiada desta queima.

Os blocos de rua desfilam aos montes no período do Carnaval, na Passarela Nego Quirido. Quem gosta de uma folia, aproveita para se fantasiar e dançar por horas acompanhando o bloco pela rua principal. Se o seu objetivo é aproveitar as alegrias que a ilha oferece para seus visitantes, o melhor período é realmente o do ano novo e também das festas e desfiles do carnaval.

Quais são as melhores praias de Floripa?

Bem sabemos que Floripa é uma ilha, ou seja, as praias cercam todos os quilômetros de sua extensão. Não é possível citar apenas uma praia, a resposta depende de vários fatores, mas principalmente sobre o gosto de cada um. Quem gosta de agitação como já dissemos, irá preferir um tipo de praia, quem gosta de sossego outra, quem pratica esportes radicais outra e assim por diante.

O que podemos dar como dica é realizar uma visita obrigatória as praias de Jurerê, Campeche, Praia Brava e também a Praia Mole. Cada uma delas são dignas de cenários do Caribe, contam com areias branquinhas, águas transparentes, coqueiros, palmeiras e em Campeche é possível visitar até locais com inscrições dos primeiros moradores da ilha.

A ilha conta com 42 praias, dividida entre categorias para famílias, esportistas, para crianças, praias pequenas, grandes, com ótimos restaurantes na orla e para todos os gostos. A região com mais pessoas é a área norte, portanto se você gosta de opções mais calmas, vá até as praias da região sul. Logo na entrada, após passar a ponte Hercílio Luz, você verá as placas indicando o caminho para ambos os litorais. Vá com a escolha pré definida e tenha uma ótima viagem.

Para se locomover. Táxi, Uber, transporte público ou aluguel de carro?

Esta é uma dica bem importante para os seus dias na ilha, afinal a locomoção dentro da ilha pode gerar um gasto maior do que a própria estadia ou o transporte para chegar em Florianópolis. A região conta com 55 quilômetros de extensão da região norte para a região sul, o que torna o percurso um pouco longo e que há a necessidade de um transporte. Para pequenos trajetos como do hotel para o restaurante, do restaurante para uma praia próxima a indicação é Uber ou Táxi. Para visitar os extremos da ilha, os valores costumam a ficar bem caros neste transporte. O transporte público não é indicado por conta da demora, ele é indicado apenas para opções dentro do próprio centro de Floripa.

Mas então qual a melhor opção de locomoção dentro de Florianópolis? Nós indicamos o aluguel de carro. Assim você fica livre para ir a todos os pontos da ilha, ir aos restaurantes, sair independente do horário e os valores são bem interessantes, onde se você colocar na “ponta do lápis”, as outras opções costumam ficar bem mais caras do que o próprio aluguel.

Mas antes de fazer a reserva, veja bem as condições do contrato e principalmente se o local de sua hospedagem conta com estacionamento. Não é preciso alugar um carro de luxo para andar na ilha, a não ser que você queira ostentar em Jurerê Internacional, um carro simples, atende muito bem a todas as necessidade!

Tem mais alguma dica? Deixe seus comentários. Tenha uma ótima viagem!

Leave a Reply